EVENTOS DE CULTURA JAPONESA

Aqui está um local onde divulgam os eventos com o tema “cultura japonesa” de São Paulo e outras cidades e estados, além de informações sobre bolsas de estudos e viagens: http://culturajaponesa.com.br/eventos/

Anúncios

ABRADEMI REALIZA UM DIA DE ATIVIDADES DEDICADO AO MANGÁ

AULA DE MANGÁ PARA INICIANTES E
MEETING COMEMORATIVO DOS 40 ANOS DE
“LADY OSCAR – A ROSA DE VERSALHES”

Lady Oscar

Lady Oscar

A ABRADEMI – Associação Brasileira de Desenhistas de Mangá e Ilustrações, entidade pioneira na difusão do mangá no Brasil, volta a realizar atividades culturais para o público com um projeto de atividades que serão realizadas em parceria pela Associação Mie do Brasil e a ABRADEMI – Associação Brasileira de Desenhistas de Mangá e Ilustrações, com o apoio da Associação Brasileira de J-Fashion.

O curso de mangá será ministrado pela profa. Célia Sayuri Yano, vencedora do primeiro concurso de mangá do Brasil – o ABRADEMI Contest 1996. Desde então ela desenvolveu uma carreira como professora, desenhista e ilustradora.

Haverá também o Meeting (Sarau) em comemoração aos 40 anos do surgimento de “Lady Oscar – A Rosa de Versalhes” (Berusaiyu no Bara). Trata-se do mangá feminino mais importante de toda a história do mangá, e o único mangá a ser elevado à categoria de literatura na cultura japonesa contemporânea por ter alterado valores, comportamentos, a estética e a moda no Japão. Hoje considerado o mais influente romance japonês do século 20, “A Rosa de Versalhes” tornou-se um fenômeno internacional duradouro e sem precedentes ao gerar multidões de apreciadores na Europa e na América Latina que atualmente se inspiram e copiam comportamentos e estéticas desenvolvidos no Japão em função desse mangá.

No Meeting ocorrerá a palestra “O Fenômeno Rosa de Versalhes” com Cristiane A. Sato (autora do livro “Japop – O Poder da Cultura Pop Japonesa” www.japop.com.br). “O mangá Berusaiyu no Bara começou a ser publicado no Japão na primavera de 1972, e vamos fazer um Meeting comemorativo aqui no Brasil no início da primavera de 2012. É algo curioso considerando que o mangá nunca foi publicado em português e o animê nunca foi exibido em TV no Brasil, mas mesmo assim tem fãs devido à fama duradoura da história e da influência que gerou na moda e na música que a nova geração curte, como os estilos Lolita, Gótico/Aristocrata e as bandas de J-Rock e Visual Kei” conta Cristiane.

Também haverá no Meeting a exibição do raro animê “Lady Oscar” dublado em português, a mostra temática “A Estética do Rococó e do Mangá Feminino no Século 21” e apresentação da canção-tema de “Berusaiyu no Bara” com Camila Sakihara, premiada cantora jovem Karaokê Taikai.
Tudo acontecerá em São Paulo – SP, dia 23/09/2012 (domingo) na Associação Mie Kenjin do Brasil – Av Lins de Vasconcelos, 3352 (estação Vila Mariana do metrô), a partir das 8 h da manhã.

Aula única de Mangá
Horário: 9h às 12h
Inscrição a partir das 8h no local. Taxa: R$ 35,00
Maiores informações: http://www.abrademi.com

Meeting “40 Anos de Lady Oscar – A Rosa de Versalhes”

Horário: 14h30 às 17h
Inscrição a partir das 13h no local. Entrada: 3 kg de alimentos não perecíveis (doação para as entidades apoiadas pela Associação Mie) ou R$ 10,00.
Maiores informações: www.abrademi.com

2º Festival da Liberdade

 

A dupla coreana da dança Hangul: pintura e dança

Unindo as três principais culturas asiáticas, foi realizado nos dias 11 e 12 de setembro, o 2º Festival da Liberdade, em comemoração ao 41º aniversário do bairro Oriental da Liberdade e também ao 41º aniversário do convênio entre as cidades de São Paulo e Osaka.

O evento foi promovido pela Associação Paulista de Relações Internacionais, presidido pelo sr. Luis Hanada, em parceria com a Subprefeitura da Sé, SPTuris, e o grupo Nippak, contando com o apoio da empresa aérea Emirates, que anunciou seu vôo ligando São Paulo a Tóquio; e da Camil, fabricante do arroz japonês Momiji.

Passaram pelo palco da praça da Liberdade diversas atrações da Associação Brasileira de Coreanos, como o Tae Kwon Do, cantoras pop, coral de senhoras, grupo de B-boy, e a tradicional dança Hangul, apresentado no sábado junto com um artista que fez um trabalho de shodô ao vivo.

A Associação Chin Woo representou a China, trazendo a tradicional Dança do Leão e Dragão, além de uma equipe de kung fu que fez uma bela apresentação.

A cultura japonesa foi representada pelo karatê Kyokushin Oyama, no sábado; e pelo karatê Shizuoka Goju-kai, no domingo. Este último, coordenado pelo prof. Akira Saito, trouxe a seleção brasileira que conquistou três medalhas de bronze no Campeonato Mundial 2010, e que estará no Sul-americano, em outubro, no Uruguai.

A banda de J-Rock, X-Rated e o grupo de taikô Ryuusei agitaram o começo da noite de sábado, movimentando o público jovem. No domingo, houve apresentação do grande grupo Shinkyo Taikô, o comovente teatro “Kurô” do grupo Hokage, que também trouxe um mix de samurai com a dança do ventre, e o animado encerramento coube à banda Gaijin Sentai e ao grupo Smile de Matsuri Dance, envolvendo todo o público presente.

Mas não só de cultura oriental viveu a Liberdade nesse final de semana. A belíssima apresentação instrumental de MPB do grupo Zarabatana, do Sesc São Paulo, abriu a programação do domingo ensolarado, e a banda independente Los Negros Brujos se Divierten apresentaram suas próprias composições de música brasileira.

Na praça de alimentação montada na rua Galvão Bueno, o público pôde apreciar os alimentos japoneses, coreanos e chineses, além da culinária brasileira, como o churrasco. O famoso restaurante Koban serviu sushi e sashimi. Da China, a novidade foi o tempurá gigante, e da Coréia, o destaque foi a batata furacão, cujo estande teve fila nos dois dias. Outro destaque da Coréia foi o hot dog coreano, uma salsicha envolta numa massa adocicada e frita. Essa delícia já foi vista na série de desenho da Disney Channel, Phineas e Ferb – o namorado da adolescente Candance trabalha numa loja especializada nesse tipo de hot dog (conhecida na Coréia como hattogu).

Esse foi o primeiro evento realizado na Liberdade que uniu as culturas orientais e a brasileira, mostrando que a diversidade cultural proporciona um grande espétáculo visual, sonoro e degustativo. Os seus idealizadores merecem os parabéns, pois o bairro da Liberdade pôde se orgulhar desse bonito acontecimento.

Visite o site: http://www.festivaldaliberdade.com.br

32º Festival das Estrelas Tanabata Matsuri

O 32º Tanabata Matsuri foi realizado nos dias 24 e 25 de julho, ocupando a Praça da Liberdade e as ruas Galvão Bueno e dos Estudantes, numa promoção da Associação Cultural e Assistencial da Liberdade – ACAL, em conjunto com a Associação Miyagui Kenjinkai do Brasil.

A programação do palco montado na praça ficou a cargo da ACAL, sendo que no sábado até as 18 horas foi coordenada com por Hiroshi Kawazoe e com assistência de Francisco Sato, e depois, até 19 horas,  sob a direção de Paulo Miyagui, todos diretores da ACAL. A noite, o palco foi dos jovens sob comando do apresentador e diretor da ACAL Augusto Takeda (Babu).

O evento seguiu conforme a programação apresentada neste blog (vide post de uma semana atrás).  Os shows foram impecáveis, iniciando com o taikô Tangue Setsuko, o grupo mais tradicional do Brasil. Depois, a dança folclórica das senhoras do Hanayagui Kinryu kai e assim por diante, com destaque para o Awaodori, dança da província de Tokushima, apresentado com muita habilidade pelo grupo Represa Ren.

Uma homenagem justa foi feita ao cantor Robertinho Casanova, que recebeu uma placa do presidente da ACAL, Hirofumi Ikesaki. Robertinho, que sempre foi do bairro da Liberdade, foi o vencedor do maior concurso de música do Japão, numa competição realizada pela rede de TV NHK, onde participaram 80 mil competidores em várias etapas. Agora morando e seguindo uma carreira profissional no Japão, ele estava retornando no mesmo dia após uma passagem pelo Brasil. Apesar disso, Robertinho e sua esposa japonesa Mika, conseguiram cantar algumas músicas no palco do Tanabata, incluindo “Tiguiri”, a música que o tornou campeão.

Taikô do grupo Ryukyu Koku, mais uma bela apresentação.
Destaque para a garota vestindo yukata, um quimono de verão, no meio do público. Parabéns.
O público entrou no Matsuri Dance dos grupos Shinsei ACAL e Minbu Ribeirão Pires. O ritmo foi dado pelo taikô Minbu.

No domingo, sob a direção de Augusto Takeda, o palco teve uma programação jovem. Destaque para o Teatro de Sombras do grupo Hokage, com uma dramática história de uma moça mimada que acaba em tragédia. A banda Seinen marcou sua estréia na Liberdade, tocando J-Pop, sob a coordenação de Kiyoshi Nakayama. O desfile Cosplay atraiu uma multidão notadamente jovem à praça. Além de desfilarem, os(as) modelos dançaram ao som de anime songs. A banda Nou Haw se apresentou pela primeira vez nesse palco, tendo como vocalista Akemi Matsuda, que se veste no estilo gothic lolita, mais conhecida pelo grupo Harajuku Lovers, que agora se revelou como uma ótima cantora pop. A banda Gaijin Sentai, como sempre, desfilou seu amplo repertório de temas de animê e tokusatsu que a consagrou. O vocalista Nordan apresentou um novo cabelo, mas sua voz continua a mesma.

O destaque da programação foi o show da cantora japonesa Tsubasa e sua banda DNA. Seu repertório, um misto de pop e folk japonês, encantou o público jovem que aplaudiu bastante o grupo. O encerramento do evento se deu com todo o público e equipe de apoio dançando Matsuri Dance, sob o comando do grupo Smile. E tudo terminou na mais perfeita ordem. O público retornou para casa satisfeito por ter vivido uma tarde alegre como se estivesse no Japão.

Mas, para tudo funcionar às mil maravilhas, uma grande equipe trabalhou nos bastidores. Destaque para Daniel Takaki, diretor do Jornal Nikkey; Dalton Takaki, diretor do Seinen; Selva Mara Ferreira, diretora da ACAL, Rick san, que revezou o microfone com Babu; diretor Antonio Takahama que em todos os eventos da ACAL trabalha na montagem; Leiko da Ikesaki, que percorre heroicamente o bairro solicitando contribuições para patrocinar o evento, e muitos outros que contribuiram voluntariamente para o sucesso desse tradicional acontecimento do bairro. Além dos acima citados e dos não citados, o Seinen ACAL Liberdade merece todos os aplausos pela competência e responsabilidade.
Gaijin Sentai
O público superlotou a praça.
Akemi, da Harajuku Lovers e vocalista da Nou Haw
O apresentador Babu, advogado na profissão
Tsubasa e banda DNA diretamente do Japão para Liberdade.
Matsuri Dance do público com o grupo Smile, o grande final.

A Terceira Idade no Festival do Japão

Refletindo a preocupação social do evento, o Festival do Japão mantém uma área especial para a Terceira Idade, que oferece atividades especiais e gratuitas para o público idoso, como massagem, esportes, dicas de saúde e orientação para a prevenção de doenças. O trabalho é coordenado pelos voluntários da Holiness.

Quem visitar o Auditório da Área da Terceira Idade, no 13º Festival do Japão poderá participar de palestras e assistir aos diversos vídeos japoneses. Na sexta e no sábado, o público poderá acompanhar 2 palestras do SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Pequenas e Micro Empresas. Acompanhe a programação de palestras dos três dias:

16/07/2010 (Sexta) 
12.00 – 14.00 – Palestra –  Abertura de Empresa – SEBRAE – Ciomalia Aparecida de Medeiros
14.00 – 15.00 – Sombras e Mágicas – Mário Kamia Show
15.00 – 16.00 – “ABRAZ – Cuidando do cuidador do portador da doença de Alzheimer” – Vera Caovilla (Admin. hospitalar, pós-graduada em serviços de saúde, Presidente da Regional SP da ABRAZ)
16.00 – 17.00 – “Preparando uma casa segura para o idoso” – Palestra em japonês – Rosa Sato Chubaci, Gerontóloga e professora da USP
17.00 – 18.00 – “Cães ajudando pessoas na Saúde e na Educação” – Marisa Solano – Pedagoga do Instituto para Atividade, Terapia e Educação Assistida por Animais de Campinas – ATEAC
18.00 – 19.00 – “Envelhecimento: 3a., 4a. e 5a. idades” – Clara Nakagawa – Psicóloga, gerontologista social, Vice-presidente da ABP, coord.Grupo de Apoio ao Cuidador da ABRAZ
19.00 – 21.00 – Vídeos japoneses – Fundação Japão e Consulado do Japão

17/07/2010 (Sábado) 
10.00 – 12.00 – Palestra – MEI – Microempreendedor Individual – SEBRAE – Renato Teodoro Mazo
12.00 – 13.00 – Sombras e Mágicas – Mário Kamia Show
13.00 – 14.00 – “Cães ajudando pessoas na Saúde e na Educação” – Marisa Solano – Pedagoga ATEAC
14.00 – 15.00 – “Estimulando a memória do portador da doença de Alzheimer” – Vera Caovilla, administradora
hospitalar, pós-graduação Serv. de Saúde, Presidente da Regional SP da ABRAZ
15.00 – 16.00 – “Custa caro cuidar da sua saúde?” – Palestra em Japonês – Miyuki Goto (médica com especialização em Medicina Preventiva e Social – Gerente Metrus)
16.00 – 17.00 – “Convivendo com Parkinson” – Alzy Ribeiro Coimbra, “A importância do cuidador” – Dinah Pereira
17.00 – 18.00 – “Preparando uma casa segura para o idoso” – Palestra em japonês – Rosa Sato Chubaci, gerontóloga e professora da USP
18.00 – 19.00 – “Promoção da auto-imagem da pessoa que envelhece” – Clara Nakagawa, Psicóloga e gerontologista social
19.00 – 21.00 – Vídeos japoneses – Fundação Japão e Consulado do Japão

18/07/2010 (Domingo)
10.00 – 12.00 – Vídeos japoneses – Fundação Japão e Consulado do Japão
12.00 – 13.00 – Sombras e Mágicas – Mário Kamia Show
13.00 – 14.00 – “Cuidar é privilégio – benefícios do cuidar” – Yone de Moura Beraldo – Pedagoga voluntária da ABRAz-SP
14.00 – 15.00 – “Preparando cuidadores de idosos” – Tatiane Nishimura e Milena Yuri Suzuki – Fisioterapeuta do Ikoi no Sono
15.00 – 16.00 – “Custa caro cuidar da sua saúde?” – Palestra em Japonês – Miyuki Goto – médica com especialização em Medicina Preventiva e Social
16.00 – 17.00 – “Memória e Exercícios Físicos”   Eduardo Campos Rodrigues – psicólogo
17.00 – 18.00 – “Cães ajudando pessoas na Saúde e na Educação” – Marisa Solano – Pedagoga ATEAC
18.00 – 19.00 – “Cuidador: como está sua qualidade de vida?” – Clara Nakagawa – Psicóloga e gerontologista social

 13º Festival do Japão 
Data: 16, 17 e 18 de julho de 2010 
Sexta, 16/07 – 12 às 21 horas 
Sábado, 17/07 – 10 às 21 horas 
Domingo, 18/07 – 10 às 18 horas 

Local: Centro de Exposições Imigrantes 
Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, São Paulo 
Ônibus gratuito no metrô Jabaquara (8h30 às 22h30)

Ingressos: R$ 7,00 
Entrada gratuita para menores de 8 anos e maiores de 65 anos 
Ingressos à venda pela Internet, no local e nos pontos de venda antecipados 

Informações: (11) 3277-8569 
E-mail:  secretaria@festivaldojapao.com 
Site: http://www.festivaldojapao.com 

Realização: Kenren – Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil